SAÚDE FÁCIL

ENFERMAGEM FAMERP

Arquivo para a categoria “UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DA FAMÍLIA”

TERRITORIALIZAÇÃO E O SUS

mapeamento das áreas de risco

A territorialização é considerada uma estratégia operacional do SUS que se efetiva através da saúde da família.

Essa estratégia proporciona a interação entre as pessoas e os serviços de saúde onde se encontra o SUS.

A tarefa de territorialização possui 3 componentes básicos:

  • demarcação de limites das áreas de atuação dos serviços;
  • reconhecimento do ambiente; e
  • estabelecimento de reações horizontais com outros serviços adjacente e verticais, ou seja, faz –se um mapeamento das áreas de risco de doenças.

Caracteriza- se por uma população especifica com problemas de saúde definidos e a prevenção do adoecimento dessa população, e baseia também no trabalho das equipes de saúde da família que devem cadastrar pessoas dentro das famílias e mapear riscos de doenças, morbidade e mortilidade e potencialidade no território nos quais atuam.

MAPA DA ÁREA

O processo de territorialização e regionalização, com vistas à integralidade do cuidado físico e mental dos usuários do SUS, através da qualificação do trabalho na atenção básica permite especializar e analisar os principais elementos e relações existentes em uma população, os quais determinam em maior ou menor escala qualidade de vida da população.

maquete das áreas de abrangencia

maquete das áreas de abrangencia

Referências:

http://www.psfsantamarta.com/2009/06/mapeamento-e-territorializacao-do-psf.html#

http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/refased/article/viewArticle/8065

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1981-77462010000300003&script=sci_arttext

http://colunaterritorium.blogspot.com.br/2012/10/o-processo-da-territorializacao-do-sus.html

UM POUCO MAIS DE TERRITORIALIZAÇÃO….

Hoje, a territorialização é um dos instrumentos essenciais para a Vigilância em Saúde.

É através desta estratégia que se consegue organizar e conhecer o território de atuação de uma equipe de saúde.

ter2

O território é definido como uma área delimitada sob posse de um animal, pessoa ou instituição.

Constituem-se através de uma rede de serviços que é ofertada pelo Estado, como direito a nós, cidadãos.

Ao definir um espaço geográfico, a equipe de saúde identifica as redes de serviços mais próxima e as práticas sanitárias de cada local, para que assim possam atender as prioridades da população, no campo da saúde coletiva.

agentesdesagentesdesaude.com.br

Com isso, a importância desta estratégia se resume em conhecimento da área, através de entrevistas com os moradores, identificando as microáreas de riscos, elaborando um plano/planejamento, realizando o mapeamento do local, entre outros, para que no final possa se avaliar e acompanhar a saúde da população, permitindo o seu desenvolvimento.

sabdjahsdbjah

Fontes:

http://www.significados.com.br/territorio/

http://www.epsjv.fiocruz.br/dicionario/verbetes/tersau.html

https://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:3JgERFWabUwJ:xa.yimg.com/kq/groups/21892375/364202033/name/UNKNOWN_PARAMETER_VALUE+fun%C3%A7%C3%A3o+da+territorializa%C3%A7%C3%A3o&hl=pt-BR&gl=br&pid=bl&srcid=ADGEESiGGiQOUvfvxFjZo5-zr6rSNTP7thfBCnLnToWqPSzVH_dog4XhXxMu8FvoSVpb-INlb1Bew5YkCLAUIG80BikiUPpe0BhSJYVxnBGg_nlVcP42fMnpSQ108P1_0e9_8TCMMF0t&sig=AHIEtbQvQs_c7Rt561-DrDm958LtoTYo6w

FONSECA, Angélica Ferreira;CORBO, Ana Maria D’Andrea O território e oprocesso saúde-doença – Rio de Janeiro: EPSJV/Fiocruz, 2007.
MATUS, C. Adeus, senhor presidente. Recife: Letteris Editora, 1989MATUS, C 1993. Política, planejamento& governo. Tomos I e II. Instituto dePesquisaEconômica Aplicada , Brasília .

POR QUE FAZEMOS AS VISITAS DOMICILIARES

A visita domiciliar é em especial um trabalho de investigação que pode ser feito por vários profissionais da área da saúde como:

  • o enfermeiro,
  • o médico,
  • o agente comunitário de saúde,
  • o técnico ou auxiliar de enfermagem

sendo que cada um possui suas responsabilidades e ações definidas conforme sua formação, trabalhando de maneira multidisciplinar na unidade.

foto 5

Imagem retirada do site da Prefeitura Municipal Passo Fundo.

São nessas visitas onde o agente comunitário de saúde (ACS) tem a oportunidade de conhecer a família em seu conforto e observar as condições de moradia, social, financeira, de saneamento básico, se existe violência doméstica ou não, doenças, enfim, é o momento de ter o conhecimento sobre a vivência desta família e também da sua comunidade.

444762-Agente-Comunitário-de-Saúde-Introdução

Imagem retirada do site Fundação Oswaldo Cruz:   uma instituição a serviço da vida.

DIGITAL CAMERA

Imagem retirada do site sourenoticias.wordpress.com

A partir disso, é realizado pelo profissional um questionário contendo perguntas sobre as condições físicas, ambientais, o modo como é consumido a água, se procuram o posto de saúde perto de sua casa, se tomam medicamentos por conta própria, quantas pessoas residem no mesmo lugar, se possuem rede de esgoto, etc.

Ocorrerá um levantamento de tudo que é necessário para que possa ser avaliada pelos profissionais da unidade.

foto 4

Imagem retirada do site Diário de Vitória

Após as avaliações dos ACS serem discutidas pela equipe ocorre o desenvolvimento de um planejamento de ações, de orientação e prestação de assistência a essa família que posteriormente receberá muitas outras visitas

foto 2

Imagem retirada do site ESF Sapiranga

foto 6

Imagem retirada do site Fundação Oswaldo Cruz: uma instituição a serviço da vida.

Lembrando que as visitas domiciliares e o questionário só podem ser feitas com o consentimento do morador e suas respostas são sigilosas, sendo apenas passada para a equipe de saúde da unidade.

Referências:

-http://sourenoticias.wordpress.com

-http://esfsapiranga.blogspot.com.br

-http://www.fiocruz.br

-http://aplic.vitoria.es.gov.br

-http://www.pmpf.rs.gov.br 

 

SERVIÇOS PRESTADOS NA VISITA DOMICILIAR

As visitas domiciliares são ações prestadas à saúde da família de forma

  • assistencial,
  • romocional ou
  • preventiva,

visando atender sempre todos os membros desses grupos e abrangendo também maior igualdade da assistência em saúde.

Image

Os serviços de visitas domiciliares podem ser divididos em:

  • preventivos,
  • terapêuticos,
  • reabilitadores,
  • assistência em longo prazo e
  • cuidados paliativos.

Tem como objetivo conhecer o ambiente familiar e as micro-áreas de moradia dos usuários do centro de saúde, e prestação de cuidados de enfermagem, coleta de dados sobre condições de saneamento através de entrevistas e observações.

Image

Enfermeira Kelly, formada pela FAMERP, SJRP, SP.

A equipe é formada por agentes comunitários de saúde, auxiliares de enfermagem, enfermeiros, médicos e dentistas.

Os agentes comunitários de saúde devem fazer anotações em relatórios de visitas e os demais em prontuários que servirão de documentos, usados para acompanhar cada caso e servirão de instrumentos de avaliação.

Image

Bibliografia

http://www.slideshare.net/jotaluiz/visita-domiciliar-8209529

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt2029_24_08_2011.html

atencaoasaude.blogspot.com

http://www.facebook.com/kelly.amorim.526/photos_stream

UBSF ENGENHEIRO SCHMIDT

Image

A Unidade Básica da Saúde da Família que visitamos, se encontra  na zona sul de São José do Rio Preto na rua Otavio Zanetone, nº158, bairro: jardim Schmidt.

Contatos com a UBSF  pelo telefone  (17) 3808-1586 e/ou por e-mail: sms.schmidt@riopreto.sp.gov.br.

Horário para atendimento: 7hs ás 17hs, sendo que exames de sangue são colhidos apenas na parte da manhã.

Referencialmente, a UBSF está localizada entre a UBSF  Cidade Jardim, Cedral e  Vila Toninho ( referência para Urgência/Emergência,  através da Unidade de Pronto Atendimento).
Além dos atendimentos de clínica médica a UBSF conta com os Grupos de Apoio:

Diabetes (com agendamento prévio)
- Insulinos dependentes: Última terça-feira, a partir das 7h
- Não insulinos: 3ª semana do mês: Terça-feira, às 12h e quinta-feira, às 7h

Gestantes (com agendamento prévio)
- 1ª semana do mês: Quarta-feira, às 7h
- 2ª semana do mês: Quarta-feira, às 12h

Hipertensão Arterial (com agendamento prévio)
- 2ª semana do mês: Terça-feira, às 7h e 12h

Coração Saudável (com agendamento prévio)
- 2ª semana do mês: Quinta-feira, às 12h

Lian Gong  
- Terça-feira, a partir das 7h30 (Centro Comunitário)

Reeducação Alimentar (GRA – Infantil)
- Semanal: Segunda-feira, das 11h40 às 12h30 e das 14h40 às 15h30 (Escola Estadual “Padre Clemente Marton Segura”)

Reeducação Alimentar (GRA – Adulto)
- Quinzenal: Segunda-feira, às 16h

Mapa territorial:

Image

LEGENDA:

  • Barreiras geográficas:     Rodovia Washington Luis (amarelo), ferrovia (rosa),
  • UBSF Eng. Schimdt (laranja).
  • Bairros visualizados:

1.    Bela Vista
2.    Vila Ramos
3.    Jardim Schimidt
4.    Pazotti
5.    Parque das Amoras
6.    Santa Catarina

Participaram deste texto: Jeniffer Lourenço, Jéssica Gomes, Jéssica S. Almeida, Jhessica Letícia, Jucilene Zara, Juliane Schincaglia, Vanessa Queiroz, Vanessa Oliveira, Vivian Barrozo.

UBSF VILA TONINHO

A Unidade Básica de Saúde da Família Vila Toninho “Dr. Gilberto Lopes da Silva”, está localizada na Rua Maria Onofre Lopes dos Santos, 610. 

É a unidade de referência para urgência/emergência: UPA-Vila Toninho.

A UBSF – Vila Toninho faz divisa com as UBSs: Cidade Jardim e CAIC.

população total cadastrada é de 8106, mas no momento está em torno de 9.000, sendo 3.974 homens e 4.132 mulheres.

O total de famílias cadastradas é de 2.600, atualmente estima-se que seja em torno de 4.000 famílias.

São 15 microáreas, acompanhadas por 3 equipes.

A UBSF também atende pessoas que migram para a região em busca de trabalho nas indústrias, como por exemplo, nordestinos.

Os sistemas de transporte encontrados foram ônibus, moto, carro, bicicleta, carroça, entre outros. O lazer oferecido para a população é  encontrado em campos de futebol e academia.

Contatos
Telefone/Fax: (17) 3218 1004 / 3238 1227

E-mail:
sms.toninho@riopreto.sp.gov.br

Bairros atendidos
- Vila Toninho, Parque Residencial Cambuí, Estância Jockey Clube, Morada Campestre, Estância Bela Vista III, Fazenda dos Macacos

Especialidades ofertadas
- Clínica Geral
- Ginecologia e Obstetrícia
- Pediatria
- Odontologia
- Enfermagem

Outros serviços prestados
- Aferição da pressão arterial
- Coleta de Papanicolau (com agendamento prévio)
- Coleta para exames
- Curativos
- Eletrocardiograma
- Inalação
- Planejamento Familiar (com agendamento prévio)
- Prevenção, diagnóstico e controle de tuberculose e hanseníase
- Retirada de pontos
- Testagem para HIV, sífilis e hepatite

Grupos
Aleitamento materno

- Quarta-
feira, a partir das 8h

Bebê Clínica
- Quarta
-feira, a partir das 8h30

Diabetes
- Terça e quarta
-feira, a partir das 7h (com agendamento prévio)

Escola da Coluna
-
Segunda e quarta terça-feira, a partir das 8h

Gestantes
-
Terça-feira, a partir das 13h e quinta-feira, a partir das 7h

Hipertensão Arterial
-
Segunda-feira, a partir das 18h30, quarta-feira, a partir das 18h e sexta-feira, das 7h às 13h (com agendamento prévio)

Lian Gong
-
Quinta-feira, a partir das 7h30

Reeducação Alimentar (GRA)
-
Quarta-feira, a partir das 7h30

Reunião
C
onselho Local de Saúde
- Última
segunda-feira, a partir das 15h

Horários de funcionamento:

Unidade: Segunda a sexta-feira, das 7h às 22h
Coleta de exames: Segunda a sexta-feira, das 7h às 10h (com agendamento prévio)
Entrega de exames: Segunda a sexta-feira, das 7h às 10h (Sala de Coleta)
Farmácia: Segunda a sexta-feira, das 7h às 19h e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 12h (Retirada de psicotrópicos, das 7h às 16h)
Sala de vacinas: Segunda a sexta-feira, das 7h às 20h .

Participaram deste post: Bárbara Lourenço, Débora Leonel, Flávia Queiroz, Francielli Almeida, Gabriela Martins, Gabriela Táparo, Jacqueline Fernandes, Patrícia Ancioto, Paula Justo, Tatiane Lopez, Tatiane Zanettoni.

Navegação do Post

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.318 outros seguidores